Articles

Ultra-sons podem ser novo contracetivo masculino

alt

Um estudo com ratos mostrou que a aplicação de ultra-sons nos testículos pode reduzir a produção de espermatozóides até níveis considerados de infertilidade nos humanos.

Até à aplicação efetiva em homens, mais testes terão de ser realizados (sobretudo para garantir que o efeito é totalmente reversível), mas os investigadores da Univerisdade da Carolina do Norte, nos EUA estão otimistas quanto a uma possível nova forma de contraceção masculina.

Os cientistas envolvidos no estudo descobriram que doses de 15 minutos, "reduziram significativamente" o número de células produtoras de esperma e a contagem de espermatozóides. Aplicada com um intervalo de dois dias, e através de água morna e salgada, a técnica revelou-se ainda mais eficaz.

Nos homens, uma contagem de espermatozóides inferior a 15 milhões/ml é considerada infertilidade. A contagem nos ratos ficou abaixo dos 10 milhões/ml.

in aeiou.visao.pt 30-01-2012